Conjunção entre Lua e Saturno na Praça da Paz

Na noite deste sábado, 05, Lua e Saturno estiveram em uma bela conjunção no céu. Para uma faixa que passava pelo Sul do País, a Lua chegou a ocultar o planeta, enquanto aqui na Paraíba, ocorreu apenas uma aproximação, que chamamos de conjunção.

Evidentemente, essa proximidade é aparente já que a Lua orbita a Terra a cerca de 380 mil quilômetros, enquanto Saturno, está a cerca de 1,5 bilhões de quilômetros de distância. Entretanto, como Terra, Lua e Saturno, estavam perfeitamente alinhados no espaço, nosso satélite chegou a ocultar o planeta em algumas partes do mundo.

Em João Pessoa, o Centro de Estudos Marcos Jerônimo, a Associação Paraibana de Astronomia e o Núcleo de Ensino e Pesquisa em Astronomia do IFPB organizaram uma observação pública, disponibilizando seus telescópios na Praça da Paz, nos Bancários. O evento iniciado a partir das 17:30, fez parte das celebrações da Semana Mundial do Espaço e da Noite Internacional de Observação da Lua e contou com público de todas as idades.

Infelizmente, as condições meteorológicas não estavam muito favoráveis. As nuvens e a chuva atrapalharam as observações o tempo todo e levaram o Professor Marcos Jerônimo a desistir de levar seu equipamento, maior e mais difícil de montar e desmontar. Entretanto, o telescópio do NEPA, um Celestron C8 de 200mm foi montado e foi uma das atrações principais na Praça da Paz. Além disso, o evento também contou com a participação de outros telescópios trazidos pelo público.

No momento da máxima aproximação Lua e Saturno estavam separados por uma distância de apenas 14′ (quatorze minutos de grau) para os observadores aqui na Paraíba. Para se ter ideia do quão próximo isso é, a Lua tem um diâmetro aparente de 30′ e, se esticássemos o braço na noite desse sábado, poderíamos ocultar Lua e Saturno com a ponta de nosso dedo mindinho, que mede aproximadamente 60′.

Conjunção Lua e Saturno - Foto: Marcelo Zurita

Conjunção Lua e Saturno – Foto: Marcelo Zurita

Durante a observação, o público presente pode contemplar toda a beleza da conjunção através do telescópio, apreciando ao mesmo tempo, tanto as crateras da Lua quanto os anéis de Saturno. Utilizando uma maior magnificação no telescópio, foi possível observar os dois astros em detalhes, além de Júpiter e suas luas galileanas.

Saturno001

O evento, apesar da instabilidade do tempo, foi bastante proveitoso. Contou com cerca de 120 pessoas entre adultos e crianças, mas o entusiasmo de observar os astros através do telescópio era igualmente percebido em todos. Isso nos leva a imaginar a empolgação que teve Galileu Galilei quando, há mais de 400 anos, observou Saturno pela primeira vez por um telescópio. O fato é que, a Astronomia encanta e move a humanidade desde que olhamos para o céu pela primeira vez e, certamente, continua encantando até o último olhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *